Terremoto deixa 348 mortos na fronteira entre Irã e Iraque

Ao menos 348 pessoas morreram e 2.530 ficaram feridas no Irã no terremoto que sacudiu uma zona montanhosa na fronteira com o Iraque, de acordo com um balanço atualizado divulgado pelas autoridades iranianas. No Iraque, o terremoto provocou a morte de sete pessoas, de acordo com o novo balanço oficial. Imagens exibidas pelos canais de televisão mostram as pessoas tentando fugir de um edifício de Seleimaniya, norte do Iraque, no momento da catástrofe. Outras imagens da cidade vizinha de Darbandajan mostram muros e outras estruturas desabando. O tremor aconteceu a uma profundidade de 25 km, quase 30 quilômetros ao sudoeste da cidade de Halabja, na província iraquiana de Suleimaniya, de acordo com o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS). O terremoto ocorreu no domingo e afetou principalmente o Irã, onde foram registradas a maioria das mortes. No Iraque, o tremor deixou seis mortos na província de Suleimaniya, que fica na região do Curdistão iraquiano. O tremor atingiu todas as províncias do Iraque e fo sentido na capital Bagdá por 20 segundos.