STF desmembra investigações sobre Geddel e Lúcio Vieira Lima

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, decidiu na tarde dessa terça-feira (17), desmembrar as investigações que envolvem Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e o irmão dele, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). Pela decisão, a apuração sobre os R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador (BA), permanecerá no Supremo. Lúcio tem direito ao chamado foro privilegiado. Já as suspeitas sobre desvios na Caixa Econômica Federal, foram remetidas à Justiça de Brasília.