Secretário de Administração Dinailson Oliveira fala no Resenha da Cidade sobre reunião com os vereadores

Em reunião com os vereadores esta semana para debatarem a situação da limpeza pública, em Itabuna, o secretário de administração de Itabuna, Dinaílson Oliveira, lembrou que está no governo para servir e manter com transparência um diálogo permanente com o legislativo e a sociedade civil organizada. Ele reiterou que prefeito Fernando Gomes assumiu o governo com um contrato anterior de R$ 728 mil mensais relativos apenas à coleta de lixo, transporte e organização da disposição final dos resíduos sólidos urbanos. O contrato foi revisto e ampliado para R$ 1,6 milhão por mês partir da posse do prefeito visando assegurar uma maior eficiência nos serviços de limpeza pública, com a inclusão de mais 15 atividades que eram custeadas fora do contrato através do fatiamento de serviços, o que mascarava os gastos, mas com um custo total de R$ 2,4 milhões por mês para o governo, que agora economiza o equivalente a R$ 800 mil. Dinaílson negou irregularidades na limpeza urbana no que tange a valores pagos pela prestação do serviço, salientando que a gestão do prefeito Fernando Gomes realizou um contrato emergencial com a Biosanear, visando evitar a descontinuidade de um serviço essencial para a população. Explicou inda  que o gestor manteve a mesma empresa que prestou serviços ao governo do seu antecessor, informando que ela também ganhou a licitação realizada com participação de 12 concorrentes por oferecer o menor preço na prestação de serviços, mas foi objeto de impugnação por parte de duas das empresas concorrentes com uma ação na 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Itabuna. Nesta terça-feira (07), Dinaílson voltou a conceder entrevista exclusiva ao programa Resenha da Cidade, em que reafirmou os argumentos utilizados na reunião com os vereadores, além de debater outros temas com o apresentador Roberto de Souza. A entrevista completa do secretário de administração, você pode conferir clicando no link abaixo:

Roberto de Souza entrevista Dinailson Oliveira