João Gualberto prega rompimento do PSDB com Temer e desfiliação de ministros tucanos

Presidente do PSDB na Bahia, o deputado federal João Gualberto reiterou o posicionamento de Fernando Henrique Cardoso e defendeu que o partido saia do governo Michel Temer (PMDB). O tucano disse que o rompimento já deveria ter ocorrido “desde o início”.  “Acho que nunca deveria ter participado. Precisamos sair o quanto antes e fazer uma autocrítica, nos misturamos a um partido que sempre criticamos. Foi uma pena termos participado desse governo por conta dos interesses de uma minoria”, prosseguiu o tucano. Questionado sobre a situação do ministro Antonio Imbassahy (PSDB), que tem sido pressionado por outros aliados a entregar o cargo, Gualberto disse que Temer “já devia ter exonerado os ministros do PSDB”. “A situação deles é muito ruim. O mais cômodo para eles é mudar de partido. Muitos dizem que estão lá pela governabilidade, mas é papo-furado”, acrescentou.  Outro tucano que reiterou o posicionamento foi o deputado estadual Adolfo Viana. “Primeiro, essa é uma causa que o próprio partido na Bahia já se posicionou em sua ampla maioria, que já defende o afastamento do governo. Faço parte desse time”, assinalou.