Doria privatiza complexo de Interlagos para arrecadar até R$ 2,5 bilhões

O prefeito João Doria (PSDB) espera arrecadar entre R$ 2 bilhões e R$ 2,5 bilhões com a privatização do complexo de Interlagos, na zona sul de São Paulo. A expectativa da administração municipal é que o leilão do Autódromo, a ser realizado pela Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), aconteça até abril de 2018. “Este será, provavelmente, o último Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 com o autódromo sob controle da Prefeitura”, disse.Nesta quarta-feira, 25, Doria participou da entrega de obras de adequação do Autódromo para a etapa de Fórmula 1 deste ano. Financiada pelo governo federal, a reforma do paddock (área coberta, onde ficam os camarotes) custou R$ 14 milhões, enquanto os ajustes na pista, feitos pela Prefeitura, somaram R$ 7 milhões.A reforma na pista incluiu a instalação de ranhuras por questão de segurança. Neste ano, os carros da Fórmula 1 estão até 40 km/h mais rápido do que em edições anteriores.