Bahia é líder em número absoluto de mortes violentas intencionais no País

O número de mortes violentas intencionais chegou a 61.619 no Brasil em 2016, maior número já registrado no País, um crescimento de 3,8% em relação ao ano anterior. Esse número mostra que sete pessoas foram assassinadas por hora no ano passado. Os dados foram divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, nesta segunda-feira (30). Ainda de acordo com os dados, a taxa de mortes violentas foi de 26,9 assassinatos por 100 mil habitantes. As maiores taxas são Sergipe (64), Rio Grande do Norte (56,9) e Alagoas (55,9). Já em números absolutos, a Bahia lidera o número de mortes violentas intencionais com 7.110, seguido por Rio de Janeiro, com 6.262, e São Paulo, 4.925. A categoria corresponde à soma de vítimas de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço e fora. O estudo explicou que o número de mortes na Bahia apontadas no anuário não tem como ser atestada, pois o Estado não respondeu o questionário de avaliação e os números foram da Ouvidoria de Polícia da Bahia.