Alckmin demite tenente-coronel acusado de desvios

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) demitiu nesta quarta-feira, 7, o tenente-coronel José Afonso Adriano Filho (foto), acusado de fraudes no Departamento de Suporte Administrativo (DSA), do Comando Geral da Polícia Militar.A decisão de Alckmin foi publicada nesta quarta-feira, no Diário Oficial do Estado. Ela obedece a um acórdão do Tribunal de Justiça Militar (TJM), que considerou em setembro de 2017 o oficial indigno do oficialato, decretando a perda de seu posto e patente. Cabe recurso judicial da decisão.Adriano Filho está preso desde março de 2017, quando teve a prisão decretada durante a Operação Imperador – a chamada Lava Jato da PM. Investigações da Corregedoria da corporação apontam para um possível desvio de até R$ 200 milhões por meio de cerca de 5 mil contratos fraudulentos de reformas em quartéis no Estado entre 2005 e 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *