‘Por ser candidato ao Senado, cortaram credenciamento da UTI do meu hospital’, acusa Jorge Vianna

Postulante ao Senado pelo MDB da Bahia, Jorge Vianna disse ser perseguido pelo governo. Em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, o médico disse que já amarga as consequências da candidatura. “Fui contra a ditadura o tempo todo. Só por ser candidato ao Senado, me cortaram o credenciamento da UTI do meu hospital. Estou te chamado atenção, pois as represálias acontecerão”, acusou.  Para o emedebista, o estado de hoje é “a Bahia da mentira”. “Você tem um governador que vive mentindo. A ponte de Ilhéus está parando porque não tem dinheiro. Fizeram o Hospital do Cacau, fecharam o Hospital Regional. Não tem postos de saúde funcionando. O Hospital do Cacau estava devendo aos médicos cinco meses. O que vai acontecer depois da eleição, vocês se preparem. Essas pesquisas não são verdadeiras”, disse.  Para o aspirante ao Congresso, o país poderia estar pior se não fosse a atuação Henrique Meirelles (MDB), ex-ministro da Fazenda e candidato à Presidência da República. “Tivemos Meirelles como ministro e, por isso, não estamos como a Argentina. A culpa não foi dele. A culpa foi do que fizeram”, declarou.  Vianna ainda disse acreditar que todos os opositores serão presos após o pleito eleitoral. “Todos os meus adversários estão respondendo na Polícia Federal e vão ser presos. Wagner vai ter que provar onde estão os R$ 80 milhões da Fonte Nova. Os R$ 6 milhões do relógio de comissão. Ele que assinou o emprego da mulher dele no Tribunal de Justiça sem nem prestar concurso. Ele que assinou a aposentadoria dela, então, a maior vergonha. Se ele for preso, quem vai assumir, quem é o suplente dele? Pergunte às construtoras, presidente de sindicato, respondendo também por ter corrompido funcionários. Se Haddad foi eleito, tem uma outra do PCdoB [Manuela D’Ávila]. Se acontecer alguma coisa com ele, quem assume é o partido comunista, se é isso que você quer…”, ponderou.

Aécio deve ser o deputado federal mais votado de Minas Gerais, aponta Ibope

As denúncias envolvendo o senador Aécio Neves (PSDB) no âmbito da Operação Lava Jato não parecem ter prejudicado tanto seu desempenho nas urnas, pelo menos nas eleições deste ano, em que ele concorre a deputado federal. De acordo com pesquisa feita pelo Ibope, o tucano deve ser o candidato a federal mais votado de Minas Gerais. Segundo o levantamento, Aécio, que desistiu de tentar a reeleição para o Senado com receio de uma debacle eleitoral após ser implicado em casos de corrupção, é o mais citado pelo eleitor mineiro, seguido pelo também candidato à Câmara dos Deputados Fábio Ramalho (MDB). De acordo com a coluna de Lauro Jardim, a pesquisa mostra também que a esperança não é de renovação no Legislativo, pelo menos nos três maiores estados do país – SP, RJ e MG – pesquisados pelo Ibope. Em São Paulo, por exemplo, os três deputados campeões de votos em 2014 estão agora entre os cinco mais mencionados pelo eleitor paulista: Tiririca, Celso Russomanno e Pastor Marco Feliciano. Já o filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), Eduardo Bolsonaro, candidato á reeleição, mostra a força do sobrenome Bolsonaro nestas eleições. Enquanto em 2014 ele foi o 61º mais votado em São Paulo, é hoje o terceiro mais citado. Por outro lado, Kim Kataguiri (DEM), do Movimento Brasil Livre, é o único sem mandato entre os cinco mais mencionados.

Mulher atira na testa do marido após descobrir traição

Após descobrir que estava sendo traída, uma mulher atirou contra o marido, acertando-lhe a testa, neste sábado (22), na zona rural de Caraíbas, no Centro-Sul baiano. O crime ocorreu durante uma discussão do casal. A vítima foi levada em estado grave para um hospital de Vitória da Conquista, e não há informações sobre o estado de saúde dela. A mulher deverá responder pela tentativa de homicídio.

 

Ator Otávio Augusto é internado às pressas por arritmia cardíaca

O ator Otávio Augusto, 73 anos, foi internado às pressas no início da tarde de ontem (21) no Hospital Pró-Cardíaco, no Rio de Janeiro, com um quadro de arritmia cardíaca. De acordo com o hospital, Otávio passou por um procedimento de reversão da arritmia cardíaca. O ator tem estado de saúde estável e permanece internado em observação. A informação foi confirmada pela produção da peça “A Tropa”, da qual o ator é protagonista. De acordo com os produtores, Otávio passa bem, mas vai precisar de repouso nas próximas 72 horas.

João Carlos Salles e Paulo Miguez serão empossados reitor e vice da Ufba hoje

Reconduzidos aos cargos, João Carlos Salles e Paulo Miguez serão empossados reitor e vice-reitor da Universidade Federal da Bahia hoje (24), às 5h da tarde. O evento será realizado no salão nobre do Palácio da Reitoria. Nos cargos desde 2014, os gestores compuseram na última eleição a chapa única “Somos Ufba”, que realizou intensa mobilização em uma campanha com visitas e debates em todas as unidades acadêmicas e administrativas da universidade. Na consulta à comunidade eles obtiveram 11.369 votos, 97% do total do pleito realizado nos dias 22 e 23 de maio.  João Carlos Salles é atualmente o 1° vice-presidente da Associação Nacional das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), com mandato de um ano. Ele é licenciado em filosofia e mestre em Ciências Sociais pela Ufba, doutor em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Também é professor do Departamento de Filosofia e já exerceu o cargo de diretor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) da instituição baiana. Paulo Miguez é graduado em Ciências Econômicas, mestre em Administração e doutor em Comunicação e Culturas Contemporâneas pela Ufba. É professor do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da Ufba. Foi Assessor Especial do ministro Gilberto Gil e secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, de 2003 a 2005, e membro do Conselho Estadual de Cultura da Bahia, entre 2009 e 2011. É autor do livro Casa do Carnaval da Bahia (2018).

De virada, Botafogo supera Vitória em jogo de sete gols no Barradão

Quando o Vitória abriu o placar antes do primeiro minuto, parecia que a noite seria dos donos da casa no Barradão, onde não perdia havia mais de um mês. Mas, orquestrado por Erik, que participou de três dos quatro gols, o Botafogo bateu o Vitória por 4 a 3, num duelo direto na briga contra o rebaixamento, em jogo válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Botafogo, que vence a primeira fora do Rio de Janeiro neste campeonato, dá uma respirada na tabela, chegando aos 32 pontos. O Vitória, que tem a defesa mais vazada da competição – 44 gols sofridos – fica com 29, perto da zona de degola. O próximo compromisso do Botafogo é domingo, contra o São Paulo, no Nilton Santos. Já o Vitória sai para enfrentar o Inter, na mesma data, no Beira-Rio.

Bolsonaro e Haddad mantêm liderança; Ciro cai, diz BTG/FSB

A nova pesquisa FSB/BTG Pactual, divulgada nesta segunda-feira (17) e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-03861/2018, mostra Jair Bolsonaro (PSL) ainda na liderança, mas sem crescer e uma tendência de forte crescimento de Fernando Haddad (PT). O levantamento foi realizado entre os dias 22 e 23 de setembro com 2000 eleitores e a margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. No cenário espontâneo, a intenção de voto de Bolsonaro oscilou de 30% para 31%, de uma semana para outra, enquanto Fernando Haddad passou de 12% para 17% e se consolidou na segunda posição (duas semanas atrás, ele tinha apenas 3% das intenções de voto espontânea). Já Ciro Gomes (PDT) mostrou estabilidade, oscilando negativamente de 8% para 7%. Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou positivamente no limite da margem de erro de 2% para 4%, João Amoêdo (Novo) oscilou negativamente de 3% para 2%, mesmo percentual de Marina Silva (Rede), que manteve o percentual da última semana. Álvaro Dias (PODEMOS) e Henrique Meirelles (MDB) se mantiveram com 1%, enquanto os demais não pontuaram. Não sabem ou não responderam oscilaram de 22% para 21%, não votariam em ninguém continuaram em 8%, enquanto brancos e nulos foram de 4% para 3% em uma semana.

 

Horário de verão pode ser extinto no Brasil

A Comissão de Infraestrutura do Senado analisa a extinção em definitivo do horário de verão em todo território nacional. A medida foi proposta pelo senador Airton Sandoval (MDB-SP) e é relatada pelo senador Valdir Raupp (MDB-RO). Sandoval afirma que a tese de que o horário de verão reduz uso de energia com iluminação artificial não sobrevive a uma análise econômica mais ampla. No projeto, o Senado cita estudos que traçam uma relação entre a adoção do horário de verão com o desenvolvimento de doenças e problemas de saúde, como aumento de infartos do miocárdio, pressão arterial e agravamento do diabetes mellitus tipo 2. O projeto também vai ser analisado pela CAE (Comissões de Assuntos Econômicos) e pela CCJ (Comissões de Constituição, Justiça e Cidadania), cabe à última a decisão final.

A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante

A partir de amanhã (22), os candidatos nas eleições de outubro não poderão ser presos, a não ser em situação de flagrante do crime.  O impedimento está previsto na legislação eleitoral e veda detenções nos quinze dias anteriores à eleição. Após o dia da votação, a restrição deixa de valer, exceto para candidatos que passem ao segundo turno. A possibilidade de encarceramento dos eleitores também fica restrita no período eleitoral, mas o prazo e as regras são diferentes do que é estabelecido para os candidatos. As proibições estão previstas no Código Eleitoral e têm o objetivo de garantir ao máximo o direito de voto e de participação nas eleições.

Marão enviará projeto que regulamenta mototáxi em Ilhéus

O prefeito Mário Alexandre, enviará à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que regulamenta a atividade de mototáxi em Ilhéus, nesta sexta-feira (21). O ato de assinatura foi realizado no Palácio Paranaguá, e contou com a presença do diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da Bahia, Lúcio Gomes, autoridades municipais e representantes da categoria. O prefeito enfatiza que o projeto é um avanço para a qualificação do transporte público em Ilhéus e marca o êxito de um processo democrático de elaboração das normas que regulamentarão o serviço no município.